segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

MAMÃE


Enfermeiro em Janeiro.
Período noturno, 
Nada soturno.

Eles devem se apressar e morrer,
Recomenda o sol poente, Oriente.
Também para o Ocidente?

De noventa e cinco para noventa e seis.
Eu vim em seus vinte e oito,
Completei sessenta e oito.

Atingirá o Niemayer?
Cento e quatro para cento e cinco?
Marca passo há dez anos, recarregado.
E agora oxigênio... lúcida, bordando!

Sei não. É aguardar!
Lá se sabe quem vai antes?

Por necessidade vim à sua casa aos trinta e quatro.
Por solidariedade volto aos sessenta e oito.
Bela experiência, 2013.


Nenhum comentário: