POLÍTICA: MINHAS POSIÇÕES



1 Concorrer a fim de combater o desânimo, a descrença e a desesperança, dando exemplo aos mais jovens, estimulando-os a pensar no Brasil como um todo, bem como ensinando-os a combater o corporativismo que reivindica tudo para a sua corporação, como se o resto da nação não existisse.

2 Reforçar o time que defende a Lava Jato como exemplo de combate à corrupção, a ser seguido por todos. E, apoiar as 70 medidas propostas pelo www.unidoscontraacorrupcao.org.br

3 Reforçar o time dos que combatem os oligopólios defendendo mais concorrência em todos os setores, especialmente no setor financeiro, a fim de gerar trabalho e empregos.

4 Reforçar o time dos que lutam por uma educação necessária e suficiente para possibilitar a igualdade de oportunidades a todas as crianças, sem exceção, bem como lutam pela igualdade nas aposentadorias do setor privado e público, reconhecendo a necessidade da idade mínima para todos, a exemplo da que já existe para o trabalhador rural.

5 Reforçar o time dos que lutam para que o saneamento básico seja uma realidade universal, a fim de proteger as crianças desde a concepção, e durante a vida, mediante a melhoria do sistema único de saúde, estendida a maioridade eleitoral aos dezesseis anos, por questão de coerência, à civil e à penal. 

6 Reforçar o time dos que acreditam na participação das cidadãs e dos cidadãos como sujeitos da história do país, como estamos vendo a partir das jornadas de junho de 2013, com o arquivamento da PEC 37, o impeachment da ex-presidente e a pressão direta e cotidiana junto aos três poderes, a exemplo da petição que reivindica a não eleição de certo ministro para a presidência do STF.

7 Reforçar o time dos que acreditam na pesquisa e na inovação e lutam para realiza-las, a exemplo das energias renováveis, da impressora 3D, da plataforma blockchain e da inteligência artificial.

8 Reforçar o time dos alfabetizados em algoritmo e prestigiar as soluções capazes de desburocratizar a máquina do Estado, bem como possibilitar a participação direta de todos no levantamento das necessidades, nas decisões a serem tomadas a respeito do dinheiro arrecadado pelos tributos e na fiscalização dos programas e obras.

9 Reforçar o time dos que querem institucionalizar o Recall de parlamentares na União, nos Estados e nos Municípios, para revogar o mandato do político que perder a confiança do povo. Meu projeto de iniciativa popular "Recall dos parlamentares corruptos" pode ser assinado na plataforma www.mudamos.org .

10 Reforçar o time dos que querem aperfeiçoar o sistema eleitoral através do voto distrital e da possibilidade de candidaturas independentes de partidos, mas representativos de correntes de opinião, bem como repactuar a federação, reequilibrando a representação, as competências e as responsabilidades dos entes federativos. Sobre a competência residual dos Estados, tratei neste blog, sob o título "DEPUTADO ESTADUAL".

11 Reforçar o time dos que preferem as decisões econômicas tomadas a partir dos preços formados nos mercados ao invés das decisões centralizadas no planejamento estatal.

12 Reforçar o time dos que não querem um Brasil bolivariano ( uma regressão do capitalismo ao feudalismo, uma gleba de terra chamada país sob um ditador), nem um Estado narcotraficante causador da criminalidade, a fim de recuperar a segurança e garantir a liberdade. A seriedade do problema me fez propor, há mais de uma década, uma solução radical exposta neste blog sob o título "PEC: GUERRA PELA SEGURANÇA".

13 Reforçar o time dos que querem a abertura comercial do país para estimular a concorrência, bem como prestigiar a Organização Mundial do Comércio e o seu Órgão de Solução de Controvérsias como modo civilizado de resolver as disputas comerciais entre as nações.

14 Reforçar o time dos que abrem o coração aos migrantes internos e imigrantes oriundos de catástrofes naturais a exemplo dos haitianos, catástrofes políticas a exemplo dos venezuelanos, catástrofes bélicas, a exemplo dos sírios e catástrofes econômicas, sociais e culturais, a exemplo dos africanos.

15 Reforçar o time dos que querem proteger os animais de crueldades gratuitas, a exemplo de abandono e de maus tratos.

16 Reforçar o time dos que lutam para quebrar o ciclo da perpetuação da miséria, libertando a sociedade da atual opressão estatal consumidora de quase 40% da renda nacional.

17 Reforçar o time dos que advogam uma nova constituição para o país, a fim de garantir igualdade entre o setor público e o setor privado, na esteira do livro "Da Cleptocracia para a Democracia em 2019" do Prof.Modesto Carvalhosa, bem como, para repactuar a Federação, descentralizando e desconcentrando o poder político, em linha com a ONG Conselho Brasil Nação.

18 Reforçar o time dos que reconhecem a necessidade de libertar os 52% da população que vive  em favelas, transformando-as em bairros populares, garantindo-lhes uma casa que possibilite um ambiente doméstico estimulador do aprendizado das crianças e da saúde de todos.



Comentários

Maisa NAZARIO disse…
apoiado!
o que você acha de incluir também algum item para que TODOS os desembargadores e todos os ministros dos tribunais superiores tenham de ser OBRIGATORIAMENTE CONCURSADOS, e passar por um controle psicológico e de inteligência emocional, assim como Presidente da República ministros e demais cargos máximos dos executivos federais?
Maisa de LacERDA nAZARIO, SP
Marcos Peixoto disse…
Olá Maisa, obrigado pelo comentário. Vou pensar sobre esta sua ideia. Abraços
Maurilio Bicalho disse…
Professor Peixoto, li e recomendo seu livro principalmente pela luta contra a ignorância e o analfabetismo, assim como contra a alta concentração de renda e à violência. Mas discordo de que a lava jato tenha como objetivo acabar com a corrupção quando utilizou de denuncias vazias e delações que não necessitaram de provas cabais para que o Lula tenha sido retirado do páreo na corrida eleitoral. A Lava jato teve mais atuação política do que "luta" realmente contra a corrupção ao deixar de fora toda a turma do PSDB (tucanos), que mesmo com gravíssimas acusações seguidas de forte material probatório, consegui deixar de fora grande parte dos corruptos que hoje enfestam o governo e o parlamento. Moro se mostrou perseguidor de Lula enquanto tira fotos sorridentes com Mineirinho, Botafogo, Gato Angora e todos envolvidos nas delações da Odebrecht, mesmo quando licenciados de seus cargos, como o Serra e Alckimin escondidos pela mídia de seus roubos, desvios e corrupções sempre protegidas pelo judiciário.
Marcos Peixoto disse…
Discordo. A Lava Jato faz um belíssimo trabalho. Lula, político profissional procura desmoralizar a operação. Apenas isso. Abraços
Maurilio Bicalho disse…
KKKKKK Lula procura desmoralizar a LavaJato? Essa não tinha ouvido ainda, quer dizer que o réu sem provas, bastando convicção do juiz que atuou junto com MP e PF, sendo juiz da instrução, também pode ser o juiz de acusação? só mesmo num Estado de Exceção. E despachou de Portugal onde estava de férias passando por cima de decisão de desembargador, como se fosse o juiz da execução penal. Claro, nada de novo, pra quem sempre persegui sem isenção ou moral alguma, o juiz que foi responsável por esconder o escândalo do caso Banestado (desvio de 125 bilhões de dólares), aí se encontram todos (Moro, Alberto Yousself e Carlos -MP ) no caso da Petrobras? Não vamos ser levianos em dizer que o Moro seja um cara imparcial, tucano desde criancinha.

Postagens mais visitadas deste blog

OS QUATORZE PRINCÍPIOS DO ART. 1º DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988

BOLSONARO, SEM SURPRESA!