quarta-feira, 28 de abril de 2010

MARINA SE OPÕE POLITICAMENTE A LULA

Marina Silva ocupou o vácuo deixado pela inexistente oposição.

Enquanto os demais candidatos se comportam de acordo com o script que os marketeiros ditam, Marina Silva faz política.

Política no sentido de discutir o que interessa ao bem comum do Brasil.

Nesse sentido, tem a coragem de opor-se frontalmente a Lula.

Posicionou-se claramente contra a atitude de indiferença tomada pelo atual Presidente da República a respeito dos dissidentes cubanos deixados à morte pela ditadura castrista.

Posicionou-se claramente contra os abraços que o atual Presidente da República vem dando ao ditador do Irã, chamando a atenção dos brasileiros para o fato de que até a Russia e a China estão se posicionando contra o enriquecimento de urânio por parte do Irã, enriquecimento em níveis capazes de fabricar uma bomba atômica.

Posicionou-se contra a tergiversação do atual Presidente da República em relação à assinatura do tratado contra a proliferação nuclear, recomendando claramente que o Brasil assine este tratado.

E, ainda, posicionou-se claramente contra a estapafúrdia e eleitoreira precipitação presidencial em Belo Monte, chamando a atenção para aspectos ainda não suficientemente solucionados, além de convocar para uma reflexão sobre combate aos desperdícios.

Finalmente, alguém faz Política!

Um comentário:

andreforte disse...

Concordo. É de representantes como Marina que o Brasil precisa, enquanto nosso atual presidente faz amigos(Hugo, Ahmadinejad) que toda a comunidade internacional rejeita, tem gente precocupada com o Brasil. Mas até que ponto o povo é capaz de reconhecer isso?